quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

wake up?!

Eu gostaria de conseguir dizer mais, expressar mais, sentir mais;
Talvez não dormir com uma dúvida, com uma palavra presa na garganta ...
... uma noite a menos de insônia.
Me acostumei a ser tão realista, que a insônia me domina para evitar que eu possa sonhar;
Acordada mantenho-me atenta, fria e racional;
Sonho é ilusão, ilusão é felicidade
não vejo pessoas iludidas enlouquecerem.
A maior loucura é colidir com a realidade;
Viver é tão difícil, que a morte parece uma liberdade muito fácil
e eu descofio do que possa vir a ser, fácil demais.

Um comentário:

Glaucon disse...

Sonhos Alice, será que ser livre é ficar preso neles? Só sei que é o meu maior combustível, sei que sem isso é bem provável que teria enlouquecido em silêncio... Sonhos... mas uma coisa eu digo
Só sei que é muito triste morrer sem saber o que é um amor recíproco,morrer sem antes saltar de paraquedas ou escalar uma montanha, sem ir conhecer Londres ou ver as tals "luzes de paris",ou até mesmo sem antes aprender a dançar alguns passos de tango. Morrer antes de poder tornar real tudo isso,seria como se o meu destino estivesse mal traçado,como se Deus estivesse com mal de parkinson. O embaçado é que,ao mesmo tempo, eu não posso ter tudo isso nesse mesmo instânte, é preciso me conformar se amanhã nada disso fizer sentido. Mas até lá eu preciso sobreviver, pra ter certeza do que dizem: de que os sonhos são possíveis mesmo.